Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Esta reportagem da CMTV é um hino ao amadorismo jornalístico coroado com um heroísmo apreciável...

 

Um reformado resolveu vestir o colete de David Attenborough e documentou uma agressão doméstica nas margens do rio Águeda!

 

CORPO4.jpg

(imagem https://www.documentingreality.com/forum/attachments/f10/534824d1398030394-woman-raped-strangled-then-dumped-river-corpo4.jpg)

 

Felizmente, o reformado conseguiu impedir que o agressor consumasse o afogamento da sua companheira de 70 anos, ao gritar: 'Solte a mulher, ela pode perfeitamente lavar a cara sozinha!'

 

Apesar da tentativa de homicídio, a mulher não quis apresentar queixas...
Mais um caso enlameado de violência doméstica que só não teve um desfecho trágico, graças a um reformado que furtivamente fortuitamente estava no meio da vegetação com uma câmera ligada (!?)

5 comentários

  • Imagem de perfil

    HD 10.04.2017 18:44

    Pode ser difícil de compreender mas não é tão fácil quanto isso...
    Há casos em que não existe qualquer apoio à vitima :(
  • Imagem de perfil

    Sweetener 10.04.2017 18:48

    Eu sei disso, mas tenho uma opinião muito vincada sobre o assunto. Dizerem que não se separam pelos filhos?Que não saem de casa porque não têm dinheiro? Se tiverem que ser mortas (os) sê-lo-ão na mesma! Será que não entendem isso...?
  • Imagem de perfil

    HD 10.04.2017 18:52

    Não entendem, é uma vida inteira com o mesmo parceiro!
    São condenadas por o denunciarem... nestas terras mais pequenas, para além da falta de informação há sempre uma envolvência social de consentimento :(
  • Imagem de perfil

    Sweetener 10.04.2017 18:58

    Pois há, e mais uma vez digo, que sei disso. A minha mãe saiu de casa com as filhas, sem trabalho, sem apoio praticamente nenhum. Saiu da terra dela, de perto dos pais e de toda a população que a criticou e julgou em praça pública. A minha mãe viveu com medo da própria sombra. Tive medo por ela?? Sim, mas tenho ainda mais orgulho. Porque podia ter morrido, sim, como infelizmente acontece com muitas mulheres, mas morreria com dignidade porque lutou para se libertar! Por isso não, não entendo porque muitas mulheres e homens se sujeitem a tal violência. Acredito ser pura cobardia.
    Peço desculpa se feri suscetibilidades...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.